25 de julho de 2013

Uma homenagem especial

Imaginemos entrando em uma residência e ouvir Nossa Senhora dizer: “Meu filho, eu quis honrar esta casa com a minha presença. Ela é minha, entre!” Como sentiríamos agraciados!
Pois isso acontece sempre que pedimos a Ela que seja nossa Mãe e Rainha. 
Assim, rogando que Ela acolhesse maternalmente cada um dos presentes, os Arautos do Evangelho, em São Paulo, iniciaram a Festa Julina com a entronização e coroação solene da imagem de Nossa Senhora de Fátima. E, em seguida, agradecendo todos os benefícios recebidos e implorando sua proteção recitou-se o Rosário, oração tão recomendada pela própria Virgem.






























Festa Junina ou Julina
Dependendo do mês da comemoração da festa, o nome varia:  em junho,  a festa recebe o nome de  Junina, em julho, de Julina. O importante é a homenagem que se faz aos santos: Santo Antônio, São João e São Pedro.


Teatro de marionete em homenagem a Santo Antônio, realizado na festa julina, organizada pelos Arautos














Essa festa - trazida ao Brasil pelos portugueses, ainda durante o período colonial - é caracterizada por comidas típicas que agradam o paladar de todos, bandeirinhas e danças de fitas - muito comum entre portugueses e espanhóis. 

Nenhum comentário: