7 de agosto de 2017

Programação durante as Férias

        Visita a Itanhaém, cidade do litoral sul de São Paulo onde viveu São José de Anchieta, por quarenta e quatro anos.
Além de desfrutar da beleza do panorama marítimo, as participantes do Projeto puderam visitar alguns locais abençoados pela presença do grande apóstolo do Brasil e conhecer detalhes interessantes a respeito de sua vida. Assim, o passeio acabou sendo, de certa forma, uma animada aula da História de nosso País e um incentivo a valorizar mais a epopeia desse glorioso evangelizador.






         Nossa Senhora do Bom Sucesso 
             No mês de julho, aproveitando os dias de férias escolares, as participantes do Projeto puderam conhecer a apaixonante e infelizmente desconhecida história da devoção a Nossa Senhora do Bom Sucesso, que teve sua origem num país vizinho ao nosso, o Equador. Através de exposições e teatros, essa bela história foi apresentada às jovens que, cheias de expectativa, acompanharam as breves encenações sobre a vida de Madre Mariana de Jesus Torres e a milagrosa confecção da imagem de Nossa Senhora.

        Qual é a história desta devoção? 

       Mariana de Jesus Torres,religiosa concepcionista,chegou ao Equador em 1576,quando ainda era menina, acompanhada de sua tia, Madre Maria de Jesus Taboada, a qual viera à América com a intenção de fundar um convento. Junto com elas viajaram várias outras religiosas espanholas, as quais se fixaram em Quito, cidade pequena naquela época.
 Mais tarde, Madre Mariana de Jesus Torres foi eleita abadessa do convento e passou a ter extraordinárias visões e revelações de Nossa Senhora.
Como surgiu a imagem?

Numa das aparições, a Santíssima Virgem pediu a Madre Mariana que mandasse fazer uma imagem sua, em tamanho real. Para cumprir o desejo da Santíssima Virgem era preciso tirar suas medidas. Então Nossa Senhora, para auxiliar Madre Mariana, segurou na própria fronte uma das pontas do cordão franciscano que a religiosa trazia na cintura, deixando o restante do fio pendendo-lhe ao longo do corpo, obtendo-se, assim, sua altura exata.
        
A confecção da imagem foi confiada a um escultor local, Francisco Del Castillo, indicado pela própria Virgem Maria.
 Certo dia, o artesão saiu à procura de verniz e de tintas de melhor qualidade para a confecção da fisionomia da imagem. Quando não foi sua surpresa quando, ao retornar ao convento e subir ao coro da igreja, onde estava sendo esculpida a imagem, deparou-se com a obra concluída! Estava magnífica!
Depois se verificou que nenhuma mão humana havia terminado a imagem, pois durante toda a noite a igreja permanecera fechada. De fato, Madre Mariana teve uma visão na qual os três Arcanjos – São Miguel, São Gabriel e São Rafael – concluíam a imagem que tão devotamente veneramos até os dias de hoje.




Imagem Venerada em Quito





Nenhum comentário: